quinta-feira, 4 de dezembro de 2008

EXCERTOS CATÓLICOS

Hoje de manhã fui à igreja matriz, havia missa para Santa Bárbara. Enquanto o padre fazia seu discurso, anotei em minha caderneta tudo o que pude ler no interior da igreja: dois cartazes, cujo conteúdo verbal transcrevo abaixo.
oo
"QUEM AMA
A COMUNIDADE
É DIZIMISTA"
oo
"O DÍZIMO É O MEIO MAIS SIMPLES
QUE EXISTE PARA A PESSOA DE FÉ
DAR GRAÇAS A DEUS PELA VIDA.
VOCÊ JÁ É DIZIMISTA?"
oo
Nenhum versículo bíblico (o que mais gosto está em Mateus 6:24). Nenhuma mensagem menos interesseira. Apenas os dois cartazes. Não entendo porque o padre, a maior autoridade da paróquia, permite tais cartazes. Grosso modo, o catolicismo está retornando ao tempo de Martinho Lutero. Quem ama, principalmente as comunidades de desabrigados de Santa Catarina, doa roupas e alimentos.

2 comentários:

Ivan Zolin disse...

Froilam!

Tenho simpatia pelo início do livro de João, além dos Salmos é claro. Agora! A passagem de Coríntios 1:13, é uma verdadeira poesia. Nela fala-se das virtudes teologais (fé, esperança e caridade, essa traduzida em algumas versões por amor, no meu entendimento equivocadamente).
Acredito que é possível ser "espiritualista", místico, religioso, no sentido de "re-ligação" sem se institucionalizar: -pagar dízimos.
Se houver paraíso, creio que lá tenha muito mais verdadeiros “humanista”, que foram considerados "ateus", do que alguns que se julgavam religiosos.

Zolin

Ademir Antônio Bacca disse...

froilam,
agradeço a visita ao meu blog e ao comentário elogioso. vim conhecer o teu espaço e voltarei sempre
abraços