sexta-feira, 18 de abril de 2008

PT SAUDAÇÕES

Ontem o diretório do Partido dos Trabalhadores de Santiago se reuniu e votou pela não apresentação de candidato próprio à prefeitura, tampouco irá se coligar com um dos partidos maiores, isto é, com qualquer um dos outros partidos. Meu amigo Júlio Prates desistiu de caminhar com quem não o queria a seu lado, isto é, o PT e alguns petistas (para ser mais exato, os dezesseis que votaram contra na reunião de ontem). Em âmbito nacional, o governo do Lula poderá ir além de 2014, mas em Santiago não elegerá sequer um vereador. Em seus melhores tempos, foram dois.

2 comentários:

Ivan Zolin disse...

Froilam!

Sou eleitor santiaguense, e lamento esta decisão. A política de Santiago ainda não descobriu a "nova república".

Zolin

NERI SILVEIRA disse...

Foi uma lástima. O Prates é o político mais bem formado de Santiago e região. Proeponderou o medo de alguns e a incerteza de outros. Prates elevaria o PT ao mesmo nível do PP ou do PMDB.